Quando meu chefe e eu utilizamos um método nada convencional para criação de soluções inovadoras

Foto por Sara Darcaj disponível em Unsplash

Disclaimer: antes de continuar, saiba que o tempo de leitura informado pelo Medium está subestimado. Este artigo é longo e cansativo, bem como o método proposto nele. Trata-se de um resumo de mais de uma semana de trabalho, então, se você quer algo mais rápido e/ou mais do mesmo, não vale a pena continuar a leitura. Dito isto…

Motivação e contexto

Em 2018, a Umbler estava sob uma estrutura própria de times e desenvolvimento. Inclusive, meu chefe na época, Fábio Borges, escreveu um texto bem detalhado sobre esse modelo. …


Para quando as entrevistas com usuários não geram nada muito prático e acionável.

Foto de uma faca e pepinos fatiados sobre uma tábua de madeira.
Foto de uma faca e pepinos fatiados sobre uma tábua de madeira.
Foto por Natalie Rhea disponível em Unsplash

Depois de alguns anos como gerente de produto, percebi que há dois principais pontos para que tenhamos entrevistas produtivas com nossos usuários. Eles não são os únicos, longe disso, mas sem dúvidas foram os mais responsáveis pelo meu fracasso quando eu não os compreendia completamente.

São eles…

Focar nas partes importantes

Quando saímos do mundo das planilhas, do Google Analytics ou de qualquer outra ferramenta de métricas, precisamos interagir com esses humanos que utilizam nossos produtos. E acredite, esses humanos têm vidas complexas, jornadas cheias de detalhes e visões de mundo bastante únicas.

Assim, se não tomarmos as rédeas das entrevistas, elas facilmente viram…


Um breve resumo do que aconteceu no evento

A JTBD+ esteve no TDC Porto Alegre 2019 nessa sexta-feira. O Daniel apresentou o conceito de Jobs To Be Done e algumas dicas práticas para quem quer partir para sua primeira entrevista.

Imagem da transmissão ao vivo

A palestra ocorreu na Trilha de Gestão de Produtos e foi apresentada no palco da Stadium. Você pode acompanhar o conteúdo na íntegra:

Curtiu o conteúdo? Deixe seu e-mail pra receber novidades! 👇


Foto por Headway disponível em Unsplash

Conversar, conversar, conversar…

Se você “é novo em Jobs To Be Done”, pode ser que ainda não esteja claro que conversar com clientes é central para a aplicação de Jobs To Be Done. Aliás, se por qualquer razão você se deparar com uma “abordagem de JTBD que não inclui em algum momento um contato com clientes, pode ter certeza de que você está no caminho errado.

Como Product Manager, tive a oportunidade de conduzir e auxiliar diversas conversas com clientes. Algumas tiveram o objetivo de identificar as Forças do Progresso e mapear a Linha do Tempo, outras se focaram em levantar pontos mais…


Foto por Suzanne D. Williams disponível em Unsplash

Quase sempre que converso com algumas pessoas depois de fazer alguma apresentação sobre Jobs To Be Done, alguém me pergunta algo parecido com:

“Ah, então esses jobs são tipo necessidades, certo?”

Então, eu respondo algo na linha de:

“É, mais ou menos, na realidade os jobs são necessidades descritas sob a perspectiva do contexto, dos clientes e da demanda…”

Pois é, referenciando “Rápido e Devagar: duas formas de pensar”, eu claramente preciso de uma resposta “rápida”, pelo menos para esse papo depois das apresentações.

Para a resposta comprida, preciso explicar que os jobs to be done surgem e tomam forma…


Foto por JOSHUA COLEMAN disponível em Unsplash

Quando pensamos em mapear ou definir concorrentes, uma das primeiras coisas que vem à mente são categorias.

“Que categoria será que esse produto se encaixa e quais são os outros players?” é um questionamento comum.

Em seguida, surgem as faixas de preço, possível público-alvo, features e por aí vai. Sendo assim, podemos dizer que nós “encaixamos” os produtos em possibilidades que geralmente se restringem a categorias e outras características gerais.

A partir desse mapeamento ou definição, muitas decisões importantes são tomadas. Preços, canais, personas, features, nomenclaturas, copy, etc são exemplos alinhados e dependentes de tudo isso.

O problema é que…


O primeiro podcast sobre Jobs To Be Done do Brasil


Qual a relação entre gambiarra, inovação e Jobs To Be Done?

Foto por NASA disponível em Unsplash

Quando estamos diante de uma situação/problema/job que precisamos resolver e, aparentemente, não temos um produto para nos ajudar, muitas vezes a criatividade vem à tona.

Certas vezes, essa criatividade envolve a combinação de um ou mais produtos que podem, ou não, desempenharem uma função diferente da qual eles foram projetados.

Essa frase anterior tentou explicar o que constitui, de maneira construtiva, uma gambiarra :)

Mas o que isto tem a ver com Jobs To Be Done?

No contexto de Jobs To Be Done, gambiarra e inovação estão ligadas à constância dos jobs.

Como assim constância dos jobs?

Então, jobs surgem…


Essa aqui é principalmente para quem está desenhando um produto

Foto por Joanna Kosinska disponível em Unsplash

Quando pensamos em produtos extremamente bem sucedidos, parece que eles atendem a todos, não?

O Google permite que qualquer pessoa pesquise por qualquer coisa.

O Spotify permite que qualquer pessoa escute qualquer música.

O Evernote permite que qualquer pessoa armazene quaisquer anotações.

O Basecamp permite que qualquer time gerencie quaisquer projetos.

E por aí vai…

Mas quando estamos desenhando um produto, não é bem assim que as coisas funcionam. Se não tivermos foco, dificilmente vamos conseguir tomar decisões.

Recentemente, trabalhei na inception de um produto. …


Um breve resumo do que aconteceu no evento

Nós da JTBD+ participamos do Meetup NMAF que rolou na sede da Realize em Porto Alegre. O tema do encontro foi Jobs To Be Done e UX. O Daniel Salengue foi apresentar sobre JTBD a convite do Jonatan Aguiar.

A apresentação trouxe conceitos, ferramentas e um pouco da prática sobre Jobs To Be Done para a galera que esteve presente. Um ponto bacana em especial desse Meetup foi a “troca” de conhecimento e “ganchos” que os palestrantes puderam fazer entre JTBD e UX logo após as apresentações.

“As pessoas contratam produtos para fazer trabalhos que surgem em suas vidas”

Para um toque mais prático sobre o tema, em especial para as “entrevistas”…

Daniel Salengue

Product Manager com background em engenharia de software.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store